A Associação Sócio Terapêutica de Almeida (de orientação antroposófica), é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos e de utilidade pública.

Foi fundada (juridicamente) em 26 de Outubro de 1998 por Maria José Dinis da Fonseca (mãe de um jovem com deficiência mental).

Iniciou as actividades em Outubro de 2000 com 6 jovens na casa da fundadora, na aldeia onde nasceu, Cabreira do Côa - Concelho de Almeida, Distrito da Guarda. O Centro Regional de Segurança Social – Guarda, que desde o início acreditou neste projecto, estabeleceu um acordo de cooperação, desde essa data, o que permitiu a sua sustentabilidade evolutiva.

A visão que norteia a ASTA é a de oferecer às pessoas necessitadas de cuidados especiais (essencialmente jovens a partir dos 18 anos com deficiência intelectual – DID e multideficiência) uma alternativa de vida válida e plena de sentido; contribuir para a integração social, humana e económica dessas pessoas e esforçar-se em criar para elas, condições de vida o mais “normais” e verdadeiras possíveis por forma a que o seu futuro seja impregnado com a dignidade e respeito que merecem, numa perspectiva bio-psico-social e espiritual.

O universo da ASTA, neste momento, é constituído por 40 pessoas com deficiência (a quem chamamos companheiros) e 30 colaboradores (pessoal do quadro e voluntariado).

O trabalho sócioterapêutico desenrola-se nas valências Lar Residencial, Residências Familiares e Centro de Actividades Ocupacionais, distribuídos entre a aldeia da Cabreira e o centro de raiz (desde 2004) no alto da Fonte Salgueira a 1km da aldeia.